Visualizar Artigo

Conheça a profissão: Biomédico

Domingo, 19 Novembro 2017
Profissões
Tamanho da Fonte

O biomédico é o profissional que destrincha doenças, ao identificar e estudar micro-organismos. É ele quem prepara o terreno para o tratamento de enfermidades ao abastecer médicos com informações sobre bactérias e fungos que causam patologias.

O curso de Biomedicina é puxado, mas não é um bicho de sete cabeças. A graduação dura, em média, quatro anos. No começo da faculdade, você vai ter aulas teóricas de, por exemplo, bioquímica e fisiologia. Mais à frente, práticas em laboratórios são realizadas.

Se você tem medo de experimentar o cotidiano de um bioquímico, um aviso: o estágio supervisionado é obrigado. A monografia para conclusão de curso também. O trabalho final te ajuda a escolher qual área você quer explorar profissionalmente.

>> Saiba mais sobre o curso e a carreira de Biomedicina:

O mercado de trabalho para este profissional é quase infinito (veja abaixo lista de campos de atuação). Você pode trabalhar em laboratórios, clínicas e hospitais, realizando análises clínicas ou diagnósticas por imagem.

O salário inicial do biomédico, segundo pesquisa do Data Folha, está entre 5 e 7 salários mínimos. Em 2015, o valor está entre R$ 3.940,00 e R$ 8.688,00. Interessante, não é?

>> Campos de atuação:

Análise Ambiental – Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto.

Análises Bromatológicas – Estudar as propriedades dos alimentos, composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e pelo transporte, de modo a garantir que não haja adulteração.

Análises Clínicas – Realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Anatomia – Estudar a estrutura e a forma dos organismos.

Biofísica – Investigar os processos fisiológicos dos seres vivos, utilizando conceitos da física.

Biologia Molecular – Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humano.

Bioquímica – Analisar o metabolismo dos animais e vegetais, verificando a composição química deles.

Biotecnologia – Manipular substâncias e microrganismos para a industrialização de alimentos ou fabricação de medicamentos e cosméticos, entre outros produtos.

Citologia – Estudar a estrutura, a composição e as funções das células.

Diagnóstico por Imagem – Realizar exames que possibilitem diagnóstico por imagens, como ressonância magnética e tomografa computadorizada.

Docência e Pesquisa – Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Embriologia – Estudar a formação dos tecidos e órgãos animais, inclusive humanos.

Farmacologia – Estudar as propriedades físicas e químicas, os efeitos bioquímicos e fisiológicos e os usos terapêuticos dos fármacos.

Genética – Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes na definição das características de um ser.

Histologia – Examinar tecidos e órgãos de animais e plantas.

Imunologia – Investigar o sistema de defesa do organismo humano para a produção de vacinas e medicamentos.

Microbiologia – Estudar microrganismos, como bactérias, vírus e fungos.

Parasitologia – Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Patologia – Estudar, diagnosticar e tratar doenças.

Psicobiologia – Estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

Sanitarista – Atuar em órgãos de vigilância sanitária.

Toxicologia – Analisar efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas, como cosméticos, medicamentos, veneno de insetos etc.

Fonte: https://guiadoestudante.abril.com.br

Gostou? Compartilhe este artigo!

 Comentários
 Artigos em Destaques
  • Domingo, 22 Março 2020

    Com a pandemia de Covid-19 causada pelo novo coronavírus, a demanda por álcool em gel cresceu em níveis nunca antes vistos. A previsão da Companhia Nacional do Álcool (CNA), maior fabricante do produto no Brasil, é que o número de frascos produzidos em 2020  salte de 120 mil em fevereiro para 6 milhões em março. O aumento vertiginoso da demanda é resultado das campanhas de prevenção ao vírus que já atinge mais de 200 mil pessoas no mundo. De acordo com profissionais da saúde, além do distanciamento social, uma das medidas mais efetivas para evitar o contágio é a higienização correta das mãos, só que nem sempre podemos lavá-las com água e sabão. É aí que o álcool em gel se torna um potente aliado. Entretanto, apenas passar esse tipo de produto nas mãos não é o suficiente para combater organismos como o novo coronavírus. Entenda por quê:

  • Quarta, 31 Julho 2019

    Celebramos os discursos mais poderosos proferidos por grandes mulheres que nos inspiraram ao longo dos anos – e mudamos nosso mundo para melhor.

  • Segunda, 19 Janeiro 2015

    Você está procurando emprego? E enquanto faz isto, fica postando em redes sociais? Muito cuidado: uma coisa pode atrapalhar a outra. As redes sociais tem sido usadas para obter percepções sobre quem você é fora da sala de entrevistas, e dependendo do tipo de postagem que você faz, isto pode significar sua exclusão do processo seletivo.