Visualizar Artigo

Conheça a profissão: Biomédico

Domingo, 19 Novembro 2017
Profissões
Tamanho da Fonte

O biomédico é o profissional que destrincha doenças, ao identificar e estudar micro-organismos. É ele quem prepara o terreno para o tratamento de enfermidades ao abastecer médicos com informações sobre bactérias e fungos que causam patologias.

O curso de Biomedicina é puxado, mas não é um bicho de sete cabeças. A graduação dura, em média, quatro anos. No começo da faculdade, você vai ter aulas teóricas de, por exemplo, bioquímica e fisiologia. Mais à frente, práticas em laboratórios são realizadas.

Se você tem medo de experimentar o cotidiano de um bioquímico, um aviso: o estágio supervisionado é obrigado. A monografia para conclusão de curso também. O trabalho final te ajuda a escolher qual área você quer explorar profissionalmente.

>> Saiba mais sobre o curso e a carreira de Biomedicina:

O mercado de trabalho para este profissional é quase infinito (veja abaixo lista de campos de atuação). Você pode trabalhar em laboratórios, clínicas e hospitais, realizando análises clínicas ou diagnósticas por imagem.

O salário inicial do biomédico, segundo pesquisa do Data Folha, está entre 5 e 7 salários mínimos. Em 2015, o valor está entre R$ 3.940,00 e R$ 8.688,00. Interessante, não é?

>> Campos de atuação:

Análise Ambiental – Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto.

Análises Bromatológicas – Estudar as propriedades dos alimentos, composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e pelo transporte, de modo a garantir que não haja adulteração.

Análises Clínicas – Realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Anatomia – Estudar a estrutura e a forma dos organismos.

Biofísica – Investigar os processos fisiológicos dos seres vivos, utilizando conceitos da física.

Biologia Molecular – Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humano.

Bioquímica – Analisar o metabolismo dos animais e vegetais, verificando a composição química deles.

Biotecnologia – Manipular substâncias e microrganismos para a industrialização de alimentos ou fabricação de medicamentos e cosméticos, entre outros produtos.

Citologia – Estudar a estrutura, a composição e as funções das células.

Diagnóstico por Imagem – Realizar exames que possibilitem diagnóstico por imagens, como ressonância magnética e tomografa computadorizada.

Docência e Pesquisa – Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Embriologia – Estudar a formação dos tecidos e órgãos animais, inclusive humanos.

Farmacologia – Estudar as propriedades físicas e químicas, os efeitos bioquímicos e fisiológicos e os usos terapêuticos dos fármacos.

Genética – Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes na definição das características de um ser.

Histologia – Examinar tecidos e órgãos de animais e plantas.

Imunologia – Investigar o sistema de defesa do organismo humano para a produção de vacinas e medicamentos.

Microbiologia – Estudar microrganismos, como bactérias, vírus e fungos.

Parasitologia – Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Patologia – Estudar, diagnosticar e tratar doenças.

Psicobiologia – Estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

Sanitarista – Atuar em órgãos de vigilância sanitária.

Toxicologia – Analisar efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas, como cosméticos, medicamentos, veneno de insetos etc.

Fonte: https://guiadoestudante.abril.com.br

Gostou? Compartilhe este artigo!

 Comentários
 Artigos em Destaques
  • Quarta, 31 Julho 2019

    Celebramos os discursos mais poderosos proferidos por grandes mulheres que nos inspiraram ao longo dos anos – e mudamos nosso mundo para melhor.

  • Quinta, 18 Agosto 2016

    Você é daquelas pessoas que senta no computador determinado a terminar (ou começar) aquele relatório importante para seu chefe e depois de cinco minutos já está indo checar o Facebook ou o email? Se identificou com o perfil? Veja como combater isso.

  • Quinta, 21 Julho 2016

    Pensando no velho e no novo. Dentre tantos artigos que escrevo, talvez este tenha sido o único que me fez pensar muito no velho e no novo, até mesmo no escritório da Educar e Transformar, no porquê nos comportamos de forma tão entranha no mercado de trabalho, diferente muitas vezes do nosso comportamento na vida particular, inclusive diferente de tudo que pregamos como RH, gestores e como seres humanos, infelizmente.

  • Segunda, 19 Janeiro 2015

    Você está procurando emprego? E enquanto faz isto, fica postando em redes sociais? Muito cuidado: uma coisa pode atrapalhar a outra. As redes sociais tem sido usadas para obter percepções sobre quem você é fora da sala de entrevistas, e dependendo do tipo de postagem que você faz, isto pode significar sua exclusão do processo seletivo.