Visualizar Artigo

Conheça a profissão: Caminhoneiro

Quinta, 29 Junho 2017
Profissões
Tamanho da Fonte

Perguntas e respostas sobre a profissão de caminhoneiro. Como é a rotina e quanto ganha um caminhoneiro? O que é preciso fazer para ser motorista de caminhão? Veja as respostas neste artigo!

 

Como é a rotina de um caminhoneiro?

O caminhoneiro é o profissional da estrada e sua rotina de trabalho está intrinsecamente ligado à estrada. Basicamente sua função é conduzir o caminhão no transporte de cargas de um ponto a outro, isto pode ser dentro do país ou para fora dele. Ele deve ser cuidadoso, ter muita atenção pois a atividade de dirigir requer atenção constante e responsabilidade.

Entre os desafios que ele enfrenta no dia-a-dia estão as estradas ruins que é comum em várias partes do país, o risco de roubos de carga, riscos de acidentes e a solidão que é típica neste caso, já que ele passa vários dias sozinho pelas estradas.

Quanto ganha um caminhoneiro?

Os ganhos dos caminhoneiros variam. Depende do tamanho do caminhão, da capacidade de carga, se o caminhoneiro é dono do seu próprio caminhão ou se trabalha para uma empresa que fornece os veículos, depende do valor das cargas transportadas, enfim, todas estas variáveis podem fazer com que os salários de um caminhoneiro variem de R$1500,00 a R$5000,00. É claro que existem casos em que caminhoneiros chegam a ganhar mais do que isso, mas, nestes casos, o trabalhador extrapola a jornada permitida, assumindo riscos e colocando sua vida em jogo.

O que é preciso fazer para ser caminhoneiro?

Em primeiro lugar, para desempenhar a profissão de caminhoneiro é necessário ter uma carteira de motorista especial. Existem as categorias D e E para veículos grandes e pesados. Tudo depende do tamanho do veículo e de sua capacidade de carga. A grande diferença da categoria E é o fato de que esta carteira permite que o motorista dirija caminhões com mais de uma unidade tracionada, ou seja, com muito mais capacidade de carga. Além da carteira especial, instituições como o SEST e ou SENAT oferecem cursos profissionalizantes para capacitar motoristas de diversos tipos de carga.

Como está o mercado de trabalho?

O mercado de trabalho clama por profissionais. Há centenas de milhares de vagas em aberto, mas faltam profissionais qualificados. Os motivos: má fama da profissão de caminhoneiro e insegurança nas estradas. Com a regulamentação do trabalho de caminhoneiro aprovada em 2015, as coisas tendem a melhorar e as vagas podem ser preenchidas.

Quais os perigos este profissional enfrenta?

A atividade de caminhoneiro é uma das mais perigosas em vários sentidos. Vejamos alguns:

Primeiro que o fato de viajar constantemente pelas estradas do país já é por si um grande perigo. O risco de acidentes é grande para quem conduz caminhão, em função do tipo de carga, tamanho do caminhão, condições das estradas, imprudência de outros motoristas, entre outros.

A pressão que muitos sofrem para cumprir prazos de entrega coloca em risco sua vida e inclusive de outras pessoas que também usam as estradas. Dizem que é pior dirigir cansado do que bêbado. Logo, sabemos que muitos caminhoneiros não respeitam os períodos de descanso e sono e acaba trabalhando cansado e isto é muito perigoso.

Outro fator de risco desta profissão são os assaltos. Sabemos que ocorre muitos assaltos em função da carga que eles carregam e que são valiosas.

Fonte: http://www.faq.inf.br

Gostou? Compartilhe este artigo!

 Comentários
 Artigos em Destaques
  • Domingo, 12 Setembro 2021

    Descubra o que faz um agrônomo Se você tem interesse em Agronomia mas não sabe exatamente o que faz um agrônomo, ou o engenheiro agrônomo, este é o texto certo para tirar muitas dúvidas e conhecer muitos detalhes dessa profissão. Aqui, você vai entender o papel essencial que o agrônomo possui na economia de um país como o Brasil, as áreas de atuação da profissão, remuneração e os melhores caminhos para começar a carreira na área.

  • Domingo, 12 Setembro 2021

    Saiba como fazer parte de uma das atividades mais valorizadas do mercado de trabalho atual, a de programador! O domínio de diferentes linguagens de programação é uma atividade que, há anos, figura entre as mais importantes do mercado de trabalho. E essa tendência deve permanecer ainda por muito tempo, acompanhando a crescente informatização de todos os setores da sociedade. Para quem tem facilidade com números e raciocínio lógico, a profissão é um prato cheio – com a facilidade de poder escolher entre diferentes tipos de curso nas faculdades brasileiras.

  • Segunda, 21 Setembro 2020

    O contador é o profissional que cuida das questões financeiras, tributárias, econômicas e patrimoniais de uma empresa. Em seu cotidiano, lida com planilhas, demonstrativos de resultados, contas a pagar e a receber, guias de impostos e muitos números. É uma profissão que exige muita atenção e responsabilidade. Para exercer suas atividades, o contador precisa ter um diploma de graduação em Contabilidade reconhecido pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Técnicos em contabilidade também precisam obter o registro no CRC.

  • Quarta, 31 Julho 2019

    Celebramos os discursos mais poderosos proferidos por grandes mulheres que nos inspiraram ao longo dos anos – e mudamos nosso mundo para melhor.

  • Quinta, 18 Agosto 2016

    Você é daquelas pessoas que senta no computador determinado a terminar (ou começar) aquele relatório importante para seu chefe e depois de cinco minutos já está indo checar o Facebook ou o email? Se identificou com o perfil? Veja como combater isso.

  • Quinta, 21 Julho 2016

    Pensando no velho e no novo. Dentre tantos artigos que escrevo, talvez este tenha sido o único que me fez pensar muito no velho e no novo, até mesmo no escritório da Educar e Transformar, no porquê nos comportamos de forma tão entranha no mercado de trabalho, diferente muitas vezes do nosso comportamento na vida particular, inclusive diferente de tudo que pregamos como RH, gestores e como seres humanos, infelizmente.

  • Segunda, 19 Janeiro 2015

    Você está procurando emprego? E enquanto faz isto, fica postando em redes sociais? Muito cuidado: uma coisa pode atrapalhar a outra. As redes sociais tem sido usadas para obter percepções sobre quem você é fora da sala de entrevistas, e dependendo do tipo de postagem que você faz, isto pode significar sua exclusão do processo seletivo.