Visualizar Artigo

O conhecimento só serve para ser compartilhado!

Sexta, 29 Julho 2016
Artigo
Tânia Michelena
Tamanho da Fonte

Hoje aconteceu uma situação comigo que me inspirou a escrever esse texto: uma colega que está ministrando um workshop, me mandou uma mensagem dizendo que não se sentiria confortável com minha presença no evento dela ( caso eu fosse),por eu ter comentado ingenuamente no post dela que também em breve ministraria um curso sobre o mesmo tema, tema esse que faz tempo permeia minha vida e é projeto antigo. 

 

Eu penso e sempre pensei de forma diferente e então como o mundo anda mega individualista resolvi escrever sobre esse assunto, até porque , líderes que desejam ser líderes jamais o serão se não compartilharem o conhecimento deles,pois entramos num caminho de solidão se fizermos isso, e também, jamais poderemos crescer como empresários, pois se detemos o conhecimento, quando precisarmos de ajuda, seja ela qual for, não teremos outro para nos substituir, deter o conhecimento só serve para desnudar nossa insegurança.

Bunker Roy é um indiano plácido que teve a melhor educação na Índia, tinha o mundo a seus pés, mas decidiu ajudar àqueles que têm fome em aldeias afastadas. Ele, então, se preparou para o improvável, decidiu construir uma universidade onde as pessoas aprenderiam sem professor com qualificações. Lá, o professor poderia ser o aluno, a pessoa aprenderia com a experiência do outro. Quem tivesse mestrado ou doutorado não poderia ser professor. Assim, homens analfabetos construíram a universidade, desenvolveram um sistema de energia solar, criando história para o mundo todo. Havia na universidade os melhores arquitetos analfabetos, os melhores engenheiros analfabetos, dentistas analfabetos, e assim por diante. Com a experiência dessas pessoas, aldeias da cercania podiam também obter melhorias na qualidade de vida para seus moradores. Eles foram se desenvolvendo e precisavam espalhar o conhecimento aprendido.

 Isso sim é a verdadeira ciência, do latim scientia, o conhecimento com consciência. A ciência com consciência vem temperada com reflexão, é um salto de qualidade, é ir além do que os livros mostram, é a experiência viva de quem a viveu. Ninguém precisa de certificados para poder repartir o que se vive.

Compartilhe o que aprendeste, a gratidão daquele que recebe sempre se voltará para você, no mercado há lugar para todo mundo, e se aquela pessoa a qual você teme copiar tudo de você, ela ainda assim não será você, você é único! Você constrói sua história e ela é cheia de nuances suas!  

Eu compartilho meu conhecimento sempre, inclusive passo tudo, as ferramentas de coaching, como usar, como fazer e jamais temo ou temi que alguém pudesse fazer igual a mim , e se fizer, que orgulho, a pessoa prosperar com as ferramentas e conhecimento que pude passar para ela!

Então pensem grande!!! Temos que ganhar dinheiro, sim, temos, mas quando nos sentimos ameaçados com o outro que tem a mesma formação que nós, cuidado! é hora de parar para pensar e buscar mais espiritualidade, é sinal que algo está errado, o conhecimento é algo que está aí para todos nós, parafraseando uma grande amiga: Só porque você aprendeu sobre alguma coisa, teve acesso a um conhecimento não quer dizer que você seja o dono dele. O não compartilhado obsolesce!

Gostou? Compartilhe este artigo!

 Comentários
 Artigos em Destaques
  • Quarta, 31 Julho 2019

    Celebramos os discursos mais poderosos proferidos por grandes mulheres que nos inspiraram ao longo dos anos – e mudamos nosso mundo para melhor.

  • Quinta, 18 Agosto 2016

    Você é daquelas pessoas que senta no computador determinado a terminar (ou começar) aquele relatório importante para seu chefe e depois de cinco minutos já está indo checar o Facebook ou o email? Se identificou com o perfil? Veja como combater isso.

  • Quinta, 21 Julho 2016

    Pensando no velho e no novo. Dentre tantos artigos que escrevo, talvez este tenha sido o único que me fez pensar muito no velho e no novo, até mesmo no escritório da Educar e Transformar, no porquê nos comportamos de forma tão entranha no mercado de trabalho, diferente muitas vezes do nosso comportamento na vida particular, inclusive diferente de tudo que pregamos como RH, gestores e como seres humanos, infelizmente.

  • Segunda, 19 Janeiro 2015

    Você está procurando emprego? E enquanto faz isto, fica postando em redes sociais? Muito cuidado: uma coisa pode atrapalhar a outra. As redes sociais tem sido usadas para obter percepções sobre quem você é fora da sala de entrevistas, e dependendo do tipo de postagem que você faz, isto pode significar sua exclusão do processo seletivo.